Vamos falar sobre harmonia funcional

Adorou o vídeo? 

Harmonia funcional é o entendiemento das sensações (emoções) que alguns acordes emitem para o receptor. Este conceito tornará mais claro no momento em que mostrarmos os exemplos, assim como fizemos para nossos alunos do curso de violão online no módulo específico que tratamos deste asunto. Antes de tudo, entenda que as 3 principais funções harmônicas são:

  • Função tônica: leva uma sensação de descanso, estabilidade e término.
  • Função dominante: leva uma sensação de irritação sonora e tensão. 
  • Função subdominante: é nenhum nem outro em relação as 2 funções anteriores. Pode-se afirmar que cria uma sensação de preparação, mas com menos intensidade, capaz mudar tanto para a função dominante (intensificando a tensão) bem como para a tônica (repousando).
  •  

Harmonia funcional na execução

Afim de compreender claramente o que estamos falando, tente tocar repetidamente os acordes abaixo:

| G7M | C7M | D7 |

Ao executar vagarosamente esta sequência, repare como o acorde D7 emite uma sensação de “preparação” para volar ao G7M. Este som de instabilidade é característico da função dominante.

Ao voltar pro acorde G7M, há uma sensação de “alívio”. Isso é típico da função tônica. 

O contexto usado foi o campo harmônico de sol maior, onde G7M é o primeiro grau, C7M é o quarto grau e D7 é o quinto grau.

É possível generalizar este experimento afirmanndo que, em qualquer campo harmônico maior: o primeiro grau caracteriza a função tônica, o quarto grau representa a função subdominante e o quinto grau representa a função dominante.

Como mencionado anteriormente que cada acorde tem uma harmonia funcional na música, iremos resumir agora as responsabilidade de cada grau desete campo harmônico: Ótimo, então as ideias apresentadas de “conclusão” e “preparação” é capaz de existir não apenas com os graus I, IV e V, e sim também com os outros graus. Isso é bastante necessário lembrar! Iremos começar a uSar este conceito de funções harmônicas pra tudo agora!

Deste modo, é fundamental que você memorize bem a função de cada grau do campo harmônico maior.

Todos e cada um destes graus também é caracterizado por sua “qualidade funcional”. Esta qualidade funcional é o que simboliza a força de todo grau em relação à sua característica harmônica, isto é, diz quais graus resolvem ou preparam com mais ou menos força.Os acordes de função primordia (I, IV e V) são os denominados poderososos; os acordes II e VII são denominados meio-fortes; e os acordes que sobraram são de função tônica (III e VI) são denominados fracos.

 

Vamos ver as funções harmonicas

Quando mencionamos graus substitutos, isto significa que podemos substitui entre si acordes que tem uma mesma função harmônica. Isso quer dizer que é possível pegar os acordes de uma música e substituí-los por qualquer outro que tenha a mesma característica harmônica sem modificar a sensação da música! 

É possível brincar com uma música que tenha a tonalidade de Dó maior substituindo os acordes que estão na mesma linha desta tabela. Afim de comprovar este conceito, tome qualquer música que você sabe e veja-as do ponto de vista de harmonia funcional. Identifique cada acorde da música com o seu respectivo grau e sua função.

Esforce pra identificar a sensação da música naquele momento. Este vai ser o seu “tema de casa”.

Site Poll
Website Fund

This website is powered by Spruz